oBook 11-01

Não chega a ser uma surpresa ver esse clone dando o ar de sua graça no mercado asiático. O Surface Book foi a grande surpresa da Microsoft no ano passado, onde na mesma oportunidade a empresa apresentou o Surface Pro 4. Por isso, o oBook 11, clone do notebook conversível da fabricante Onda, chega como opção para aqueles que gostaram do conceito, mas que não podem fazer esse investimento todo.

A Onda copiou milímetro por milímetro do Surface Book, até mesmo no seu sistema peculiar de dobradiças, um dos principais sinais de identidade do produto da Microsoft. Por outro lado, os chineses parecem ter facilitado as coisas na hora da conversão de ultraportátil para tablet, algo que alguns usuários reclamaram um pouco quando testaram o modelo original.

O oBook 11 utiliza um processador Intel Core Skylake M3-6Y30, com 4 GB de RAM e 64 GB de SSD. Sua tela de 11 polegadas (1920 x 1200 pixels), e para garantir uma maior longevidade dos seus componentes, o notebook utiliza um sistema de refrigeração sem ventiladores. As especificações técnicas são razoáveis para um notebook 2 em 1 de linha média, mas ficam muito distantes daquilo que é oferecido pelo Surface Book (tela de 13.5 polegadas, 3000 x 2000 pixels, processador Skylake-U, maior capacidade de RAM e melhor sistema de armazenamento SSD NVMe a PCIe de até 1 TB).

Além disso, o oBook 11 também não conta com os gráficos NVIDIA, que é base do Surface Book, nem sua bateria adicional, nem o lápis ótico Surface Pen. Mas também seria pedir demais, convenhamos. Seu preço não foi anunciado, mas é de se imaginar que será muito menor que aquele cobrado pelo modelo original.

Mais imagens a seguir.

oBook 11-02 oBook 11-03 oBook 11-04