telas

Smartphones, tablets e computadores são hoje ferramentas muito importantes para a propagação e leitura de diferentes tipos de texto. Em textos onde a atenção precisa ser redobrada, sempre questionamos se os meios digitais são os melhores para uma melhor compreensão.

Um estudo de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia mostra que os adultos que passam muito tempo utilizando dispositivos eletrônicos possuem a tendência de interpretar pior os textos científicos, se comparado com os adultos que utilizam mais papel.

Isso acontece porque as pessoas que utilizam telas por muitas horas apenas captam pequenos conjuntos de informação, no lugar de captar uma ideia geral do texto.

O estudo contou com a participação de centenas de adultos, que informaram sobre os seus hábitos de uso de dispositivos eletrônicos. Os grupos tiveram que ler oito diferentes tipos de artigos científicos de várias áreas.

 

ipad 97 2017 03 - O uso de telas pode influenciar na compreensão de textos?

 

Após a leitura, foi feito um questionário de 10 escolhas múltiplas sobre o artigo, pedindo que os entrevistados organizassem termos chave por grupos, com o objetivo de perceber a compreensão dos participantes e a relação que eles faziam entre esses conceitos.

Os textos científicos foram escolhidos porque esse tipo de texto obriga uma leitura mais atenta, e uma interconexão constante de conceitos e teorias.

Porém, os responsáveis pelo estudo destacam que eles não são contrários ao uso de dispositivos eletrônicos nas escolas, chegando a defender o aprendizado digital. Mas o estudo mostra como as telas podem ter um efeito negativo na compreensão do indivíduo, e como é necessário encontrar alternativas para minimizar os efeitos.

Uma vez concluída a fase de investigação, a equipe vai tentar compreender como cada tipo de tela influiencia na leitura. E os pesquisadores reforçam que as telas e-ink dos Kindle são mais próximas ao papel do que as telas do iPad.