A Apple deu ênfase para o Face ID no iPhone X, mas o reconhecimento facial existe no Android a alguns anos, e está disponível para qualquer usuário. Nesse post, vamos mostrar como configurar o Trusted Face.

O recurso estreou em 2014, no Android Lollipop, e faz parte do Smart Lock, um conjunto de funcionalidades de segurança. O Trusted Face permite o reconhecimento facial do usuário para desbloquear o dispositivo.

Não é um sistema tão avançado quanto o da Apple, mas já garante uma segurança elevada aos usuários.

 

Como ativar o Trusted Face

 

Vamos utilizar como exemplo a interface do Android Oreo da Google, em estado puro. Acesse as definições do Android e vá para o item Segurança e Localização.

Ali, procure pelo Smart Lock para acessar às configurações de segurança do bloqueio de tela. O Android só deixa avançar depois que você digita o seu PIN de segurança.

Depois, procure a opção Rosto Fidedigno. É aqui que você poderá definir o desbloqueio pelo Trusted Face, e também indicar ao Android qual é o rosto a ser utilizado.

Aqui, o Android vai mostrar algumas recomendações de segurança, explicando de que forma os dados recolhidos serão tratados. Para avançar para coletar o rosto a ser utilizado, clique em Configurar.

Para adicionar um rosto para desbloqueio no Android, é preciso seguir algumas regras, como uma boa iluminação e posicionamento do smartphone na altura do rosto na hora da captura.

Depois, a imagem será coletada, além de outros elementos que identificam o usuário, onde o rosto devem estar dentro do círculo apresentado, com uma barra de progresso verde ao redor do círculo.

Quando a imagem é identificada com sucesso, o Android avisa que, desse momento em diante, sempre que o dispositivo identificar o rosto, ele será desbloqueado. Caso ele não consiga fazer isso, o sistema vai pedir o PIN ou a senha do usuário.

Também é possível a qualquer momento melhorar a correspondência do rosto, capturando uma nova imagem que é adicionada às anteriores.

Depois de configurado, o Trusted Face fica ativo. Basta o usuário colocar o telefone na altura do rosto e deslizar para cima. Se o reconhecimento for feito, o smartphone é desbloqueado.

Vale lembrar que tal recurso pode não estar disponível em todos os smartphones Android. Muitos fabricantes retiram tal funcionalidade, oferecendo outras opções de proteção mais seguras.

Apesar de ser mais recente, o Face ID é mais completo e usa tecnologias mais avançadas, sendo assim mais seguro que o Trusted Face. Mas se você quer utilizar a mesma funcionalidade que só agora estreia em um iPhone, saiba que é possível.