Donald Trump

 

Um grupo de cientistas criou no passado um relógio metafórico para prever o quanto estamos perto do fim do mundo. E a última atualização do Boletim de Cientistas Atômicos informa que estamos a dois minutos e trinta segundos do fim do mundo.

O relógio dos editores da Atomic Scientists foi idealizado por Martyl Langsdorf, em 1947. O registro teórico é atualizado de tempos em tempos, e não ficamos tão perto do apocalipse desde a Guerra Fria, quando a União Soviética iniciou a corrida armamentística, que manteve toda a política internacional sob tensão por anos.

Desde 2015 o relógio ficou parado em 23:57, em função do aquecimento global e uma nova ameaça de crise atômica incentivada por alguns países asiáticos.

Agora, foi atualizado para 23:57:30, por conta do mesmo aquecimento global, acrescido da guerra cibernética e as contantes ameaças ao processo democrático e a política internacional.

E o relógio só adiantou 30 segundos porque Donald Trump tem poucos dias como presidente dos Estados Unidos.

Veremos como esse relógio vai estar daqui a um ano.