Windows-10-de-graca

Todo mundo sabe que o prazo fixado para a Microsoft para encerrar as atualizações gratuitas para o Windows 10 é (em teoria) o dia 29 de julho, um ano depois de seu lançamento. Durante esse período, é possível atualizar para a nova versão sem custo, a partir de versões legítimas do Windows 7 e Windows 8.1. Pois bem, o que vai acontecer com aqueles que não aproveitarem essa oferta?

Três grandes possibilidades:

 

1. Fim da linha. Você terá que pagar para atualizar para o Windows 10

É a primeira coisa que vem na cabeça, e é algo natural, já que o mais lógico levando em conta o fim da oferta, deixando de ser gratuito. porém, muitos acreditam que isso será algo pouco provável de acontecer, uma vez que a Microsoft quer que a maioria dos usuários atualizem para o Windows 10, evitando assim que o Windows 7 se transforme em um novo Windows XP.

2. Extensão da oferta de forma indefinida

Uma das opções pouco prováveis, mas não descartáveis. Não seria um absurdo ver a Microsoft prorrogando de forma indeterminada a possibilidade de atualizar o Windows 10, anunciando que o mesmo foi um sucesso, e quis comemorar dando a chance dos usuários atualizar o software de graça durante mais um ano.

 

3. Uma nova oferta de atualização diferente da atual

Esta é a mais provável. Com ela, poderia implantar uma oferta nova, e também por tempo limitado, eles podem oferecer a atualização por um preço reduzido.

Obviamente, nada está oficialmente confirmado, mas são lógicas e tem sentido.

Via ZDNet