seriessituation3

A Sony anunciou hoje (06) que vai mesmo se desfazer de sua divisão de PCs, e a medida é parte de uma grande reestruturação que os japoneses estão promovendo em todas as suas divisões. Logo, é importante tentar compreender o que pode acontecer no futuro de dois segmentos importantes no mercado, e que podem ser afetados no futuro pelas mudanças: TVs e games.

Dito isso, a sequência da reestruturação da Sony – que teve perdas globais em 2013 – continua no departamento de televisores. A partir de agora, a empresa vai priorizar os modelos de linha alta, que é onde eles acreditam contar com diferenciais relevantes em relação aos seus concorrentes.

A Sony informa que, nesse momento, a empresa é líder no mercado de TVs Ultra HD (4K). Apesar da grande investida dos fabricantes coreanos, os japoneses consideram algo fundamental apostar para melhorar essa posição. Além disso, a Sony quer investir no outro extremo do mercado: os mercados emergentes. Televisores adaptados para necessidades específicas serão lançados nos próximos meses.

Para que tudo isso aconteça, a Sony vai criar uma empresa separada (pertencente ao seu grupo de empresas), para que tais operações comecem a entrar em funcionamento a partir de julho de 2014. A expectativa é que essa empresa exclusivamente dedicada aos televisores comece a dar lucros para a Sony já em 2015.

sony-ps4

Já a divisão PlayStation só dá alegrias para a Sony. Eles venderam 4.2 milhões de unidades do PlayStation 4 e aproximadamente 10 milhões de jogos em 2 meses de vida. As vendas aumentaram em 64,6% ao ano, com a chegada de muitos novos usuários na PlayStation Plus (incluindo este que escreve esse post).

Não há muitos detalhes sobre os planos futuros da Sony com a sua divisão mobile. Tudo o que foi revelado é que as vendas aumentaram em 44,8% em relação ao ano anterior. São dados muito positivos, que devem estar acompanhados de muitos telefones vendidos.

Via Sony