iphone-6-render

Há quem diga que a Apple vai realizar um evento no dia 8 (ou 9) de setembro para apresentar novos iPhones. Seguindo também uma regra até agora não confirmada, tudo indica que um desses novos modelos deve ser o iPhone 6s, que não oferece mudanças de design nem grandes novidades à primeira vista. Mas o novo modelo pode receber alguns ajustes que consideramos já necessários para o próximo iPhone.

 

Design: sem novidades

iphone-6-topo

Como o seu próprio nome indica, não podemos esperar mudanças importantes no design dos futuros iPhone 6s e iPhone 6s Plus. Os rumores das últimas semanas falam do uso de um novo tipo de alumínio da série 7000, o mesmo utilizado pelo Apple Watch, para evitar o famigerado bendgate.

Ainda que os rumores recentes falem da possibilidade da volta de um iPhone colorido, de plástico e com tamanho menor de tela (o iPhone 6c), os números de vendas dos tamanhos de 4.7 e 5.5 polegadas são muito positivos, e a lógica diz que isso não deve mudar.

O que podemos ver de novidades é um maior número de cores, como um novo tom ‘rosa dourado’.

 

Touch Force: o mais esperado

apple-watch-force-touch

É uma incógnita sobre qual proveito que a Apple pode tirar do Force Touch em seu novo iPhone 6s, mas esta é a funcionalidade mais esperada e relevante que pode chegar com o novo iPhone. A empresa foi explorando suas possibilidades, primeiro nos trackpads de seus portáteis, e depois na tela do Apple Watch.

O que esperamos ver na tela do iPhone 6s com a tecnologia Force Touch é uma resposta háptica mais precisa e personalizável, que pode ser muito útil em jogos e aplicativos. Os desenvolvedores, através do iOS 9, terão uma forma diferente e mais potente de interagir com o usuário através da tela.

Um claro exemplo seria nos menus contextuais e ações para diferentes níveis de pressão na tela, como já acontece hoje com o Apple Watch, além de um teclado melhorado e integrado de forma diferente, especialmente no iPad.

Certamente a inclusão da tecnologia Force Touch na tela do novo iPhone 6s poderia fazer com que, pela primeira vez, o novo iPhone não reduza a sua espessura.

 

A câmera fotográfica: a atualização mais necessária

650_1200 (2)

Durante todo o ano de 2015, vimos que os grandes dispositivos com o sistema Android alcançaram e até superaram o iPhone 6 em qualidade nas câmeras fotográficas. Tanto nas possibilidades associadas com a fotografia ‘point and shoot’ como em fotos mais elaboradas e com muitas possibilidades. Ou seja, nesse aspecto, o iPhone precisa evoluir.

O iPhone 6 já não se destaca tanto em relação aos concorrentes na velocidade de foco, funcionamento e qualidade de processamento. Sem falar nas limitações de sua resolução. Segundo os rumores, o novo iPhone alcançaria os 12 MP para a câmera traseira, e os 8 MP para a câmera frontal.

Também está previsto que o smartphone receba melhorias com a inclusão de um filtro de cores RGBW, o que permitiria obter melhores fotos em locais com baixa luminosidade, sem precisar recorrer a um excessivo processamento de imagem para reduzir o ruído.

 

Maior eficiência no seu funcionamento

650_1200 (3)

Se a bateria dos modelos iPhone 6 e 6 Plus cumpriram com a média do esperado, do próximo iPhone 6s se espera que a eficiência dos componentes seja um dos argumentos da Apple para convencer sobre os benefícios do novo smartphone.

Nos vazamentos da placa-mãe do MacRumors, foram encontradas algumas modificações no tamanho e disposição de certos chips, como os da Qualcomm destinados à conectividade, com fabricação baseada em 28 nanômetros, onde estaríamos diante de elementos mais eficientes que optimizariam tanto o tamanho como o consumo no dispositivo.

Menos respaldado por vazamentos está a chegada de uma evolução do chip A8. Veremos um novo Apple A9 de 14 nanômetros? Seria o mais lógico, abrindo um caminho para se pensar em um aumento de RAM até os 2 GB, o que seria muito bem vindo se pensarmos nas possibilidades do iOS 9.

 

iPhone 6s: quando?

Com apresentação prevista para 8 (ou 9) de setembro, se tudo acontecer como o habitual, em duas semanas os envios começam, ou seja, 25 de setembro.