O Google Chrome é o navegador que mais “rouba” usuários de seus adversários na voraz batalha dos navegadores. E muito dessa conquista vem de sua velocidade para abertura de páginas e seus widgets que complementam o uso do navegador, permitindo um prático gerenciamento de e-mails, acesso às redes sociais e outros recursos de produtividade. Para manter o seu crescimento no mercado, é necessário trazer melhorias e novidades nas suas atualizações. E é isso que o Google busca no seu Google Chrome 11, que está na versão Dev (de Desenvolvimento).

Esta nova versão do Google Chrome promete novidades na sua velocidade de navegação e algumas modificações de design. Na verdade, o que o Google mais deseja com o Google Chrome é torná-lo o navegador mais rápido do mercado, uma vez que aquilo que os internautas mais anseiam na sua experiência de navegação na web é uma maior velocidade de abertura de páginas. Isso se obtém com uma combinação de um produto que tenha um mecanismo de abertura de arquivos mais eficiente, com um download de imagens mais ágil e compactado.

A promessa de uma navegação mais rápida se mostra nos números do Google Chrome 11. Segundo o Google, a nova versão é 66% mais rápida que a última versão, além de uma redução do uso da CPU em até 80%, oferecendo resultados imediatos no desempenho do aplicativo, além de uma economia de bateria no caso dos netbooks, uma vez que o novo Google Chrome vai exigir um menor uso de recursos da máquina.

Apesar de ser uma versão ainda em desenvolvimento, o Google Chrome 11 parece ser bem estável, o que pode ser interessante para os usuários mais receosos em testarem programas em estágio beta. Entre as novidades apresentadas, ele tem uma nova interface de configuração, que agora se apresenta como uma aba adicional, e não mais uma janela, facilitando a visualização dos itens para o usuário (em netbooks, o final dessa janela ficava oculto, deixando os botões OK e Cancelar abaixo da barra de tarefas do Windows, por exemplo). A tendência é que o Chrome passe a exibir suas funções e recursos como se fosse um processo a mais de navegação do usuário, deixando todo o processo o mais natural possível.

Outra novidade no Google Chrome 11 é a possibilidade de você salvar recursos do navegador na sua conta do Google, seguindo a tendência de integração de produtos e serviços da empresa. Agora, você pode salvar senhas, extensões, temas e outros aspectos do navegador, para que esses dados possam estar em diferentes navegadores de diferentes computadores. Ou seja, mudou de máquina? É só importar as informações e pronto.

Além disso, o Google Chrome 11 permite agora que você possa configurar de forma mais simples o idioma de exibição das páginas e o corretor ortográfico do navegador, permitindo que você adicione vários idiomas para serem exibidos e corrigidos. Você pode inclusive alterar o idioma do Google Chrome para aquele que for de sua preferência, lembrando que o navegador pode estar no idioma inglês, precisando que o usuário faça as devidas modificações manualmente.

Para você fazer o download do Google Chrome 11, clique aqui
.