telegram

 

O Telegram segue como um ilustre desconhecido para muitos, mas é venerado por outros tantos. Desde o começo tem um aplicativo para desktop DE VERDADE, algo que os usuários do WhatsApp pedem desde o começo.

Porém, o Telegram ainda deixa a desejar em alguns aspectos, que só agora são corrigidos. Chegam um pouco tarde, mas chegam.

Além das chamadas de voz, outros detalhes impedem o Telegram de ser um concorrente de fato ao WhatsApp. Vejamos.

 

Chamadas de voz e vídeo

 

Esta é talvez a funcionalidade que os usuários mais sentem falta no Telegram.

O WhatsApp tem chamadas de vídeo há apenas três meses, mas as chamadas de voz estão presentes há muito tempo, e os usuários gostam disso.

Só agora o Telegram vai corrigir esse erro, já que esta é uma das funções mais usadas em um aplicativo de mensagens instantâneas (irônico, não?).

Em 2016, o WhatsApp estimava que os seus usuários realizavam aproximadamente 100 milhões de chamadas de voz por dia.

Fica a dica, Telegram!

 

 

Importar dados a partir de outros apps

 

Os amantes da privacidade não gostam disso, mas muita gente importa os dados do seu perfil do Facebook para a sua conta no WhatsApp. Não é algo vital, mas se é para comparar com a concorrência, o Telegram precisa levar isso em consideração.

 

 

A possibilidade de escrever status

 

Pensados em informar aos nossos contatos se estamos disponíveis ou não para falar, os status foram herdados do MSN Messenger, mostrando como está nosso estado de ânimo, ou servindo de mural de indiretas.

Independente do uso dado, não seria má ideia se adicionassem ao menos a possibilidade de comunicar aos nossos contatos se estamos ou não disponíveis, sem entrar em maiores detalhes.

 

 

Captar mais mercado

 

 

Não é uma funcionalidade, mas sim um dado. Dado este que, irremediavelmente, está relacionado ao Telegram.

Muitos de nós temos o aplicativo instalado no smartphone e usamos todos os dias, mas muito poucos se permitem a eliminar o WhatsApp em favor do concorrente, já que a grande maioria está no WhatsApp.

O gráfico acima do Statista mostra que, mesmo com o rápido crescimento do Telegram em 2016, ainda há muito caminho para poder alcançar o WhatsApp e o seus mais de 1 bilhão de usuários ativos mensais.