taptic-engine

Elementos como o motor de vibração háptico ou Taptic Engine dos novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus se destacam entre as novidades dos produtos de tecnologia lançados em 2016. O iFixit, que desmontou o modelo maior do novo smartphone da Apple, indicou que este novo motor pode ser um dos possíveis motivos para a eliminação do conector de 3.5 mm do dispositivo.

Mas… o que realmente faz o Taptic Engine, e por que fazê-lo maior?

 

O tamanho importa, também nos motores diminutos

 

O Force Touch foi apresentado pela primeira vez nos MacBooks do ano passado. Depois foi migrado para o Apple Watch, e nos novos iPhones representam uma melhora na interação do usuário. Ele regula as vibrações do dispositivo, respondendo de acordo com a resposta ao toque que recebe.

De fato, o Taptic Engine é uma mescla entre o haptic feedback e o haptic tap, uma vez que a tela reage de acordo com o nível de pressão aplicado.

A desmontagem dos novos iPhones revelou que certas peças básicas ocupam mais dessa vez. Mais que o iPhone 6s Plus, em parte porque agora temos um dispositivo com resistência à água e o adesivo que ocupa milímetros valiosos.

Os milímetros a mais também são ocupados por uma bateria 150 mAh maior (ainda menor que a bateria do modelo 6 Plus) e um motor háptico também maior que o modelo do ano passado.

Tudo isso em parte é fruto do espaço ganho com o sacrifício do conector de áudio, mas… por que se dedicar ao Taptic Engine?

Isso se deve ao fato que agora os iPhones contam com um botão Home sem clique, medindo a intensidade do pressionar da tecla e determinando uma ação. Desse modo, esse extra de trabalho em relação ao anterior foi motivado provavelmente a esse aumento de tamanho do motor.

 

APIs, APIs everywhere!

 

iphone-7-taptic-engine

 

Uma das disponibilidades das APIs para terceiros mais esperada era da Siri, que veio com o novo iOS. Mas o que também passaria a ser pública era a API desse motor. E isso aconteceu com os novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus. E só trabalha com eles.

Com as anatomias dos iPhones, também se confirma que os dispositivos também se diferenciam na quantidade de RAM, além das câmeras e do seu tamanho (com telas e baterias diferentes), sendo 2 GB de RAM para o iPhone 7 e 3 GB de RAM para o iPhone 7 Plus.

O que será interessante é ver até onde vai a indústria com essas novas dimensões de interação que estamos vendo nesses novos produtos.