Nintendo Switch

 

As primeiras análises do Nintendo Switch começam a aparecer nos veículos mais importantes do setor.

O Polygon comparou diretamente o Nintendo Switch com o Wii U, sendo o primeiro uma evolução clara do conceito do segundo, sendo muito promissor, mas com muito a evoluir e promessas que precisa cumprir.

O The Verge destaca o seu hardware, o excelente acabamento do console em todos os sentidos, a alta qualidade de construção e a potência dos componentes. É uma avaliação muito positiva, mas que depende de um bom apoio da Nintendo para prosperar.

O Digital Foundry foi mais um que fez um review positivo, com destaque para a boa qualidade de construção e acabamento, além de sua potência. Como negativo, temos a autonomia de bateria e o preço elevado.

O Wired é mais severo na avaliação. Apesar de reconhecer o potencial do console, detectou problemas no funcionamento do Joy-Con esquerdo, e assinalou pontos negativos claros, como a impossibilidade de recarregar o console no modo dock.

Por fim, Kotaku e GameSpot concordam na boa qualidade do console, afirmando que o mesmo tem todo os componentes para triunfar, sendo a Kotaku mais cautelosa, sugerindo alguns meses de espera antes da compra.

Em resumo: pelo menos nesse começo, o Nintendo Switch parece ser um bom console, com muito potencial. Mas que tem muito o que mostrar.