simon-first-smartphone-01

Em 16 de agosto de 1994, a IBM lançou o Simon, um dispositivo pioneiro que criou as bases do smartphone que conhecemos hoje. Apesar do termo só nascer muito depois, o IBM Simon é considerado o pai dos telefones inteligentes. E para comemorar o seu aniversário, uma de suas (raras) unidades passa a fazer parte da coleção permanente do Museu da Ciência de Londres (Reino Unido).

Pesando 510 gramas, o dispositivo já era capaz de fazer muitas das funções hoje comuns em um smartphone: contava com aplicativos, recebia anotações e e-mails. Sua tela LCD monocromática de 4.5 polegadas (160 x 293 pixels) contava com funções touch, com a ajuda de uma stylus.

Nas suas especificações, recebia um processador de 16-bits a 16 MHz, compatível com computadores da arquitetura x86, com 1 MB de RAM e 1 MB de armazenamento.

O IBM Simon só foi vendido nos Estados Unidos, com 50 mil unidades comercializadas a US$ 899. Levando em conta que naquela época não existia as conexões de internet de hoje e o seu preço, podemos dizer que o produto foi “um sucesso”. Foi descontinuado apenas um ano depois (fevereiro de 1995), substituído pelo IBM Neon.

simon-first-smartphone-02

Via BBC News