O Nintendo Switch completou o seu primeiro ano de mercado, e chegou a hora de fazer um balanço sobre as conquistas do console de nova geração.

O Nintendo Switch tem todos os requisitos para ser considerado um console de nova geração, mesmo sem ter a mesma potência de um Xbox One ou de um PS4.

Porém, potência no final das contas não é um problema para o Nintendo Switch. O console é um sucesso de vendas, encerrando 2017 com 14.8 milhões de unidades vendidas, superando o Wii U e com relativa proximidade do Xbox One.

Se as quase 15 milhões de unidades vendidas em menos de um ano não te convencem, é importante lembrar que o Nintendo Switch vendeu em menos de um ano mais do que o Wii U vendeu em quatro anos.

O sucesso do console pode ser explicado de forma bem simples, em três elementos essenciais:

1. Nova forma de jogar: o Nintendo Switch se encaixa perfeitamente com a tendência atual, já que você pode utilizar o console como portátil e como console de mesa, agregando um valor único ao produto.

2. Grandes jogos exclusivos: potência ajuda a vender um console, mas os jogos exclusivos tem papel ainda mais importante. Jogos como The Legend of Zelda: Breath of the Wild é o melhor exemplo.

3. Apoio gradual de terceiros: empresas como Bethesda e Capcom apoiaram o console, e outros devem fazer o mesmo, o que deve garantir um futuro brilhante ao Nintendo Switch.

O primeiro ano do console híbrido da Nintendo foi um sucesso, deixando para trás o fantasma do Wii U. Será que em 2018 eles repetem o êxito? É impossível garantir isso, mas tudo indica que sim.