Eu adoro podcasts. Eu produzo podcasts (ruins, confesso… mas produzo), e conheço algumas pessoas que consomem bem mais o podcast do que os próprios blogs. Mas parece que a Apple, que começou no negócio de tecnologia de consumo com o iPod, que entre outras coisas, gerenciava feeds de podcasts, não quis dar muita bola para isso com o aplicativo Podcasts para iOS.

O aplicativo deixa MUITO a desejar. É tão ruim, que simplesmente prefiro adicionar os arquivos manualmente, baixando em outro Feed RSS no computador, para só depois adicionar na playlist do meu iPhone. Desde o seu lançamento, em junho de 2012, o aplicativo conta com diversas limitações, e uma interface simplesmente arcaica.

Os problemas com o aplicativo Podcasts da Apple começam pelo simples faro do aplicativo existir. E com a chegada do aplicativo, o que era fácil (toque no ícone de podcasts no aplicativo Música, e pronto: lista de podcasts disponível) se tornou “uma categoria a parte”. Tá, eu sei que os podcasts não são a mesma coisa de músicas, mas é sempre bom ter tudo no mesmo lugar, não é mesmo?

O app Podcasts é dividido em três segmentos: Podcasts, Canais Top e Loja. Todos eles com interfaces radicalmente diferentes. A loja pelo menos tem uma aparência semelhante ao iTunes, porém, no segmento de canais em destaque, temos uma orientação horizontal estranha, onde você precisa navegar entre várias categorias – isso é, se o seu dedo não ficar atrapalhando a exibição dos nomes.

Mas o grande problema está na guia Podcasts. Quando você está ouvindo um programa em específico, você não tem nenhuma indicação do progresso do tempo do programa, nenhum indicador sobre quanto tempo falta para acabar, nem contador regressivo. Nada. Apenas o cover flow do arquivo de áudio, e quando você toca nele, o que aparece? A imagem de um artigo gravador de rolo com carretéis. QUE NÃO SERVE PARA NADA! Ok, um medidor de progressos aparece na parte inferior dessa tela, mas é tão pequena que, para muitos, sua navegação é considerada algo impraticável.

A interface do player em si fica abaixo da média, ou abaixo do recomendado. A maioria das pessoas precisam interromper o podcast que está ouvindo em algum momento, por qualquer motivo, e normalmente esquecemos o ponto onde pararmos no programa. No caso do player padrão da Apple (Música), ele volta para o ponto exato que você estava ouvindo. Já no Podcasts, não, pois ele não possui tal recurso. Nem mesmo o botão “Now Playing”, para retornar ao arquivo que você estava ouvindo o aplicativo possui (e ele só aparece depois que você encerra o programa). Ou seja, o usuário tem que se valer da adivinhação para voltar ao arquivo certo, no ponto exato.

Não estou fazendo um discurso isolado, ou de “Apple Hater” como muitos já pensam. De novo: gosto dos produtos da Apple (tanto, que tenho iPhone, iPad e Apple TV em casa), mas mais de 4 mil reviews na Apple App Store classificam o aplicativo de Podcast com 1.5 estrelas de 5 possíveis. A boa notícia para aqueles que estão incomodados com o aplicativo é que ele pode ser excluído do dispositivo, e você pode usar outras formas de ouvir os seus podcasts no seu iDevice. Como disse lá em cima, eu baixo os podcasts em outro agregador RSS, coloco os arquivos de áudio na minha biblioteca do iTunes, e sincronizo os arquivos com o iPhone.

É mais desorganizado e trabalhoso? Sim. Mas pelo menos tenho todos os recursos de reprodução que desejo, que é o que realmente importa.