wasd-games

Um relatório da SuperData revela que os PCs ainda são os dispositivos com maior relevância no mudo dos videogames. Diferente do que muitos imaginavam (acreditando que as pessoas agora jogam mais nos smartphones), o consumo do PC supera de longe tanto os consoles tradicionais como os onipresentes dispositivos móveis.

O estudo mostra como os PCs para videogames “estão supervalorizados”. Diferente do que possa parecer, o protagonismo nas plataformas móveis não é tão evidente, uma vez que os lucros da indústria dos videogames com os PCs são muito maiores, e em 2015 alcançaram os US$ 32 bilhões, contra US$ 25 bilhões arrecadados pelos games móveis.

estudo-games-nos-pcs

Na verdade, as estimativas dos PCs estão até pessimistas, porque não levam em conta as vendas de videogames nas lojas. Pode ser que as vendas sejam marginais, mas nos smartphones são praticamente inexistentes. As coisas são ainda mais chamativas se comparamos essas duas plataformas com os consoles.

Os lucros totais dos 10 jogos mais vendidos nos consoles alcançaram a marca de US$ 2.1 bilhões em 2015, ficando bem longe dos US$ 6.3 bilhões dos 10 jogos mais vendidos no PC, contra US$ 6.18 bilhões dos 10 jogos mais vendidos nas plataformas móveis.

É claro que, em um determinado momento, os dispositivos móveis vão assumir o protagonismo do mercado dos games. Mas até lá, a situação dos PCs segue sendo excelente nesse segmento.

Via ArsTechnicaSuperData