madmax

Estamos em pleno ano de 2016, e os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood seguem recebendo DVDs dos indicados ao Oscar. Isso é um problema, e não por conta do DVD, mas sim do perigo de vazamento que é ter um material tão sensível em um formato físico tão vulnerável.

O perigo fica refletido nos principais sites de downloads, onde todos os 8 indicados a Melhor Filme estão alojados. Pois bem… como evitar isso?

Uma solução foi aquela adotada pela Academia de Ciências e Artes Televisivas adotou no ano passado para o emmy Awards. Os membros votantes teriam que acessar um portal na web ou um aplicativo móvel, onde as séries estavam alojadas, e a partir daí faziam o streaming para a sua TV ou projetor, com a ajuda de um Chromecast. Além de ser algo mais cômodo para os votantes, implementa um certo nível de segurança, apesar de não evitar que alguns episódios vazassem, já que a pirataria ainda é um problema sem solução.

No caso dos Academy Awards, a ideia de migrar para uma solução baseada no streaming sempre foi discutida. Além de demonstrar o problema de privacidade ou falha no sistema, os cineastas estão preocupados com o ofato dos inspetores preferirem ver os filmes a partir de um smartphone ou tablet do que em uma televisão. Dessa forma, detalhes do filme podem não ser apreciados.

Logo, pelo menos por enquanto, o tema ainda é um mar de dúvidas, mas para a Academia, não resta outra alternativa a não ser tomar uma decisão em breve para frear a pirataria, que até agora não parou de crescer.

Via Variety