roubo-smartphone

Um estudo da Consumer Reports informa que 3.1 milhões de cidadãos norte-americanos foram vítimas de roubo de um smartphone em 2013. Em 2012, esse número era de 1.6 milhão. Entre os possíveis motivos para essa marca dobrar estão a oferta desses dispositivos no mercado negro, onde produtos de procedência duvidosa são muito populares.

O estudo da Consumer Reports é complementado com os dados da Lookout, empresa de segurança mobile que estima que um em cada dez usuários teve o seu smartphone roubado, e que 68% dessas vítimas nunca recuperaram esses dispositivos.

Sistemas como Find my Phone da Apple ou Android Device Manager ajudam nos casos de perdas, mas se o dispositivo é roubado, talvez seja melhor ‘deixar quieto’, e começar a pensar na compra de outro smartphone.

O mercado negro pode ser o principal motivo do crescimento dos roubos, e talvez a única solução – há quem diga que, no fundo, não existem opções – seja a inclusão de um mecanismo como o kill switch como padrão em todos os dispositivos, tal e como se propõe em parte dos Estados Unidos.

Poder inutilizar completamente o smartphone ara que o mesmo não possa ser usado seria uma alternativa interessante para tentar reduzir os índices de criminalidade. Isso é, se esses mecanismos forem realmente eficientes.

Via VentureBeatWired