Nokia 3310

 

Vamos combinar: o Nokia 3310 é puro marketing. Mas pode ser a melhor campanha de marketing de 2017.

Apresentando o telefone mais simples da MWC 2017, a Nokia soube chamar a atenção de todos. É claro que temos detratores, que acham que viver de nostalgia na tecnologia é algo muito ruim, sem falar que o modelo apresentado poderia receber qualquer outro nome, já que não é o Nokia 3310 clássico.

Mas nada disso importa. Mesmo sem estar disponível, o Nokia 3310 já é um sucesso. Os consumidores do mundo todo apresentam claro interesse no dispositivo, com um grande aumento nas buscas do produto, mostrando que muita gente quer comprar o telefone antes mesmo dele chegar ao mercado.

O comportamento é o mesmo quando modelos top de linha são lançados. E tudo isso por um celular dumbphone que custa 59 euros. Com o anúncio do modelo, a popularidade da palavra Nokia aumentou em 797%, de acordo com os dados da Captify.

 

A Nokia conseguiu o que queria. Fez com que sua volta ao mercado fosse notada, e com muito apelo com os usuários. Ou seja, o Nokia 3310 pode abrir muitas portas.

 

 

Na Europa, ele já pode ser reservado por 49 euros, e varejistas do continente já falam que a campanha de reservas do telefone é algo “sem precedentes”.

Porém, é importante lembrar que a disponibilidade do produto vai variar muito de país para país, e que a fila de espera é tão longa, que o Nokia 3310 pode durar pouco tempo no mercado.

A própria HMD Global já avisou que sera difícil atender todos os pedidos em tempo, e que já procura maneiras para o 3310 chegar aos Estados Unidos.

Mesmo com vários defeitos, o Nokia 3310 conquistou o coração de muita gente.

Será que estamos diante do telefone do ano?

E, se isso acontecer… onde está o seu Deus, detrator do Nokia 3310?

 

Via Engadget, Gizmochina