nexus-motorola

Os últimos rumores indicam que a Motorola estaria trabalhando lado a lado com a Google para lançar um phablet da linha Nexus. Esse dispositivo, que recebe o nome de código Shamu, seria lançado em novembro de 2014. A pergunta que fica é: estamos preparados para um phablet Nexus?

Muito se questiona sobre o formato phablet. Independente se você gosta ou não, uma coisa que você tem que ter em mente é que o formato vende, e muito. A Samsung que o diga (com a linha Galaxy Note).

Sobre o phablet Nexus, não há características reveladas sobre o produto, além da tela de 5.9 polegadas. Mas entre o mar de rumores, comenta-se que a Motorola conseguiu implementar com sucesso recursos como o Active Display e o Touchless Control.

O mais interessante aqui é que tais recursos não seriam para o novo projeto. Na verdade, o Shamu já estaria nos planos da Motorola para 2014, ou seja, já estava nos planos da Motorola antes da compra por parte da Lenovo. O que não estava 100% certo é se esse dispositivo seria um produto da linha Nexus.

Google Nexus + Estratégia Motorola = ???

650_1000_nexus

A Motorola mudou a estratégia em 2013, focando-se em produtos de qualidade com preços competitivos. Isso rendeu bons resultados junto ao público: o Moto G é um campeão de vendas, o Moto E é muito elogiado, e as características do Moto X chamam a atenção positivamente.

Sobre o Nexus, sabemos que são equipamentos que recebem atualizações quase imediatas, além de contarem com uma interface Android em estado puro. Sem falar nos preços muito competitivos. Agora, imagine a combinação desses elementos todos, mas em um phablet.

Isso daria certo? É claro que sim!

Estaríamos diante de um phablet que poderia competir com os modelos top de linha com um preço competitivo, com o Android em estado puro e características únicas! Como isso pode dar errado?

O mercado de phablets é um dos que mais cresceram nos últimos 12 meses, e com modelos de todos os tipos de características e preços para todos os segmentos. Porém, se esse phablet Nexus da Motorola for real, podemos ter um grande ponto de ruptura nesse segmento. O que muitos veículos de tecnologia questionam nesse momento é exatamente o formato phablet, ao mencionar que serão focados em um segmento muito específico de consumidor, enquanto que com um equipamento com dimensões menores, o alcance de mercado seria maior.

Nesse sentido, só a Motorola e a Google podem responder qual estratégia é a mais interessante para eles.

Por fim, queremos saber de você:

1) é viável a produção de um phablet Nexus?
2) você compraria um phablet Nexus?