iphone-7-iphone-7-plus-design apple

 

Sim, amigos… existe a possibilidade dos produtos da Apple serem fabricados nos Estados Unidos, algo que começou a ser considerado em Cuperitno, mas que teria consequências muito graves no preço final de venda.

A Apple teria comentado essa possibilidade com a Foxconn e a Pegatron, mas a segunda recusou a ideia, garantindo que os custos iriam disparar, sem revelar números específicos.

Já Terry Gou, chefe da Foxconn, não recusou o plano, mas apresentou entusiasmo nulo com a ideia, já que a mudança da produção para os Estados Unidos poderia duplicar o preço dos produtos da Apple, algo que acabaria elevando os preços de venda.

 

 

Um exemplo que ilustra este cenário

 

Hoje, um iPhone 7 de 32 GB custa para a Apple US$ 225 com uma cadeia de produção na China.

Se o modelo fosse fabricados nos Estados Unidos, o custo subiria para US$ 450.

A Apple vende hoje este iPhone por US$ 649, o que deixa uma margem de lucro de US$ 200. Com a mudança, essa margem seria bem menor, o que levaria a um aumento de preço considerável do produto.

Não é um absurdo pensar em um iPhone 7 de 32 GB de US$ 1.000 se fabricado nos Estados Unidos. Algo absurdo, que fatalmente afetaria negativamente na cota de mercado.

 

Via Fudzilla