A invasão Android prossegue, mas como já é de praxe, segue desigual. O Android Developers Dashboard volta a revelar suas estatísticas de propagação do sistema operacional do Google, sempre se baseando no tráfego do Google Play.

Como sempre, o relatório mostra dados bem interessantes. Aproximadamente 12% dos proprietários de um dispositivo Android já estão com seus dispositivos atualizados com a versão 4.1 Jelly Bean, enquanto que nada menos que 29% dos dispositivos seguem com o Android Ice Cream Sandwich. A liderança? Segue nas mãos do praticamente imortal Android 2.3 Gingerbread, que conta com 45% do mercado.

Por enquanto, apenas 1.4% dos usuários aproveitam dos benefícios do Android 4.2 Jelly Bean (que totalizam os 13% do Jelly Bean, combinados com a versão 4.1), e agora, o dado bizarro do dia: estranhos 0.2% ainda seguem utilizando o Android 1.6 Donut, versão essa que para muitos era dada como morta. Penso eu que esses sobreviventes são aqueles que não se deram conta que o mundo mudou, ou que os fabricantes não vão atualizar os seus dispositivos, por diferentes motivos.

Mais números inusitados sobre o Android? Pois não: 8.1% dos usuários ainda usam o Android 2.2 Froyo, 1.3% utilizam a versão 3.2 Honeycomb, e 2.2% permanecem com o Android 2.0/2.1 Eclair. Não chega a ser surpresa para muitos, uma vez que os dispositivos mais antigos raramente recebem atualizações para as novas versões do Android.

Comparado com o mês anterior, o Jelly Bean ganhou aproximadamente 10% de cota de mercado em relação às demais versões. Isso também se explica: a tendência é que não apenas os novos dispositivos vão contar com essa versão, e que os fabricantes vão eventualmente se empenhar em atualizar os modelos um pouco mais antigos (lançados nos últimos 12 meses).

Via Android Central