Facebook Messenger

 

O mais recente apagão do WhatsApp foi comentado no… Facebook Messenger. E o próprio incidente levanta a questão: por que usamos de forma massiva o WhatsApp?

O WhatsApp substituiu com força o SMS, pelo simples fato de ter mais recursos. Mas as quedas do serviço e questões de segurança frequentes levantam a discussão.

E… se eu te disser que o serviço nem é tão popular assim em muitos países importantes, como por exemplo, nos Estados Unidos?

A concorrência existe, e apesar de muita gente afirmar que o Telegram é superior e, por consequência, se apresenta como principal concorrente, é o Facebook Messenger quem surpreendentemente cobra as atenções.

 

 

Saiba que é o aplicativo de mensagens do Facebook o mais utilizado nos Estados Unidos, e com larga vantagem em relação ao WhatsApp.

Não é por acaso que Mark Zuckerberg deu destaque para ele no recente F8. Os mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês é o mesmo número que hoje o WhatsApp possui.

E é sempre bom lembrar que o WhatsApp é um produto do Facebook hoje.

 

 

O Facebook controla a p*rra toda no mundo das comunicações instantâneas. O WhatsApp é muito forte no Brasil, enquanto que o Facebook Messenger controla mercados como o norte-americano. E tudo aponta para um futuro protagonismo do Messenger. Devemos prestar atenção para esse movimento.

Eu tenho minhas restrições com o Messenger. Acho o app oficial pesado demais. Um devorador de recursos. Por isso uso o Messenger Lite.

Porém, não posso abrir mão dele. É um serviço que cobre todas as minhas necessidades de comunicação.

E, mesmo sem ter várias funções já presentes nos seus concorrentes, o Facebook aposta nos bots e na inteligência artificial para determinar o seu sucesso.

 

 

Os planos do Facebook para o Messenger passam por abrir a plataforma para os desenvolvedores e explorar o filão dos bots, que podem ser muito úteis para o dia a dia de muitos usuários.

Ou seja, o aplicativo ganha protagonismo de forma sustentável, seja para chamadas, vídeos, interações pelo envio de fotos e vídeos e muitas outras possibilidades que virão no futuro.

Tudo indica que estamos vendo apenas o começo.