apple-watch-teaser

O Apple Watch é um wearable que fez muito barulho nos últimos meses, levantando muitas expectativas. Porém, ele está traduzindo essas expectativas em vendas?

Por falta de dados oficiais da Apple, alguns analistas decidiram comprovar qual seria o sucesso real do Apple Watch. Segundo a Slice Intelligente, os números em torno das vendas são nesse momento uma fração comprovado com o o momento em que ele chegou ao mercado.

As vendas semanais do Apple Watch aparentemente caíram de 44 mil unidades vendidas semanalmente em abril para menos de 5 mil unidades das últimas semanas, o que pode indicar o fracasso comercial do Apple Watch.

Apesar do número de reservas ser muito promissor, fazendo pensar que a Apple voltaria a revolucionar o mercado como fez com o iPhone e com o iPad (este último convencendo ao mundo que os tablets eram necessários), parece que o interesse pelo Apple Watch não se manteve, e suas vendas caíram rapidamente.

Alguns fatores poderiam indicar o aparente fracasso do Apple Watch: não ser nada revolucionário diante dos smartphones, ser muito mais caro que um ‘relógio tradicional’ e com uma autonomia bem escassa e a falta de compatibilidade com outros produtos que não são da Apple, por exemplo.

apple-watch-2

Para muita gente, um relógio comum serve muito bem, já que em 10 anos, os custos de manutenção com trocas de bateria e pulseiras não chega nem perto do preço que se paga por um Apple Watch. Soma-se a esse fator as pessoas que abandonaram o relógio de pulso em favor do seu smarpthone para ver as horas.

Muitos colocam em dúvidas o sucesso do Apple Watch. Um dos argumentos para isso não é o preço do produto, mas sim o quanto ele realmente vale no uso diário. Os motivos para comprar o relógio da Apple diante da concorrência não são suficientes ou relevantes, se colocados em uma perspectiva comparativa.

Mas vamos ver o que os próximos meses vão dizer. Ou o que a Apple fala sobre o assunto, apresentando números oficiais.