NSA

A NSA está envolvida em importantes casos de espionagem em massa, onde em alguns casos eles não se preocupam com os direitos dos cidadãos. Porém, parece que o carma sempre volta para dar um duro golpe: de acordo com um ex-funcionário da agência, as campanhas de espionagem foram tantas, que eles compilaram mais informações de dados do que podem gerenciar.

Isso tem consequências mais graves do que parece. Entre essas montanhas de informação não processada e que não foi analisada, se perderam dados que podem ser realmente úteis, fazendo com que boa parte dos esforços realizados fiquem perdidos. Há pelo menos 4 bilhões de pessoas sobre os olhares da NSA, uma informação que por si nos permite ver que não apenas eles morderam mais do que poderiam engolir, mas deixa claro também que eles acreditam que são a polícia do mundo, basicamente.

Além de ser uma postura ridícula, é algo muito perigoso, uma vez que esse excesso de informação pode ter o efeito contrário, ou seja, a desinformação. Isso pode inclusive facilitar o trabalho dos terroristas. Aqueles que a mesma NSA quer impedir.

A NSA ignorou os conselhos, e agora sofre pela própria gula. De fato, esse tipo de informação só contribui para que a discussão sobre a privacidade dos usuários e se realmente vale a pena expor nossos dados em nome da suposta segurança nacional continue, e em diversos aspectos. Mostra que a luta da Apple contra o FBI não é de todo em vão, ou que ao menos tem um fundamento bem sólido.

Já pensou se as portas são escancaradas dessa forma?

Via ZDNet