650_1000_1000_1000_galaxy-note-4-1

As vendas expressivas dos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus ligaram o sinal de alerta na Samsung, que até agora domina o mercado de phablets. De acordo com o The Korea Times, os sul-coreanos pretendem antecipar o lançamento do Galaxy Note 4, que tem lançamento previsto para 140 países para o mês de outubro, mas que pode ser lançado na Coreia do Sul já na próxima sexta-feira, 26 de setembro. Mais: com um preço menor que o esperado.

O jornal informa que o preço de venda sugerido para o Galaxy Note 4 na Coreia do Sul era de 714 euros (já convertidos), o mais baixo desde que o primeiro Note, lançado em 2011. (745, 805 e 791 euros, para os modelos Note, Note 2 e Note 3, respectivamente).

A proposta da Samsung em matéria de preço se complementa com a campanha publicitária que a empresa faz desde o lançamento do iPhone 6, tentando deixar evidente os recursos e funcionalidades que o Galaxy Note já trazia desde a sua primeira versão, mas que só agora chegam ao iOS 8.

A Samsung pretende vender 15 milhões de unidades do Galaxy Note 4 nos primeiros 30 dias de disponibilidade. É uma marca difícil de se alcançar – ainda mais com estimativas de produção fixadas em 11 milhões de unidades até o final de 2014 -, levando em conta que o iPhone 6 Plus está no mercado, e o Galaxy Note 3 ainda vende muito bem.

Via Phandroid