Pra começar, o novo serviço da Apple existe mesmo. Fotos tiradas pelo pessoal do blog Apple Insider mostram os painéis decorativos do Moscone Center, local onde acontecerá a WWDC 2011, que começa na próxima segunda-feira (06/06), que mostram as imagens das novidades a serem anunciadas: a face de um leão (Mac OS Lion), o número 5, com as tradicionais gotinhas como plano de fundo (iOS 5), e uma nuvem (o que indica o iCloud). Bom, foto abaixo.

Mas a grande novidade não é essa. Fontes afirmam que a Apple encerrou com êxito as suas negociações com as gravadoras mais importantes do mundo, para que o iCloud seja lançado como “um serviço completo”, diferente do que fez o Google. As informações podem ser um pouco contraditórias em relação aos números, mas é certo que o serviço vai ser anunciado com o apoio das três maiores gravadoras do mundo, Sony, EMI e Universal.

O acordo prevê que a Apple pode cobrar dos usuários um valor de US$ 25 ao ano, para que os usuários possam armazenar suas músicas na nuvem, além do pagamento necessário para cada canção. Sobre os valores que cada empresa vai receber, especula-se que a Apple pode ficar com uma porcentagem de 58% ou de apenas 12% (isso está a confirmar). Seja como for, é fato que o iCloud já é uma realidade, faltando apenas a sua confirmação na próxima segunda-feira.

via Apple Insider, LA Times e CNET