mavericks-21

Um combo de notícias da Apple nesse post. Começamos pelos números, que como vocês bem sabem, são frios. Segundo os dados coletados pela GoSquared, o índice de adoção do Mac OS X Mavericks ficou próximo de 8% após as primeiras 24 horas de lançamento do sistema.

Em uma análise inicial, esse é um volume de adoção maior que as versões anteriores (mas isso precisa ser confirmado pela própria Apple). Algumas coisas explicam essa velocidade de expansão da nova versão.

O primeiro motivo é o mais óbvio do mundo: ele é de graça. Logo, não vamos perder muito tempo nisso. O segundo motivo é que o OS X Mavericks é compatível com modelos antigos de Macs, o que acaba beneficiando de forma direta os proprietários de produtos lançados de 2007 para frente. Além disso, as impressões iniciais passadas por aqueles que já testam o sistema em seus computadores é que essa é a melhor versão do OS X lançada até agora.

O Mavericks conta com vários recursos novos, além de ajustes para oferecer uma maior autonomia de bateria ao MacBook, monitorando os seus programas e aplicativos para decidir qual deles vai receber mais recursos de processamento.

new-mac-pro

A segunda notícia é, na verdade, um vídeo. A Apple liberou um vídeo que mostra como o novo Mac Pro é feito. O computador será fabricado nos Estados Unidos, e passa uma ideia sobre como esse produto com design diferenciado é fabricado.

No evento da última terça-feira (22), a Apple revelou mais detalhes, especificações e o preço do novo Mac Pro, que nos Estados Unidos será lançado em dezembro, com o preço inicial sugerido de US$ 2.999 (no Brasil, esse valor é de R$ 12.999). O novo Mac Pro pode receber diferentes configurações, sendo que a versão mais completa conta com até 64 GB de RAM, processador Intel Xeon E5 de 2.7 GHz e 12 núcleos de processamento, e duas GPUs AMD Fire Pro D700 com 6 GB de memória dedicada. O modelo ainda pode suportar até seis telas Thunderbolt ou três telas com resolução 4K.

 Via The Verge, MacRumors