all-new-droid-motorola

A Motorola Mobility acaba de anunciar nos Estados Unidos a chegada ao mundo de sua nova linha de smartphones com o sistema Android. A linha DROID conta com três modelos inicialmente: Droid Ultra, Droid Maxx e Droid Mini, e se apresentam como uma renovação dos modelos apresentados no ano passado, acrescentando novos elementos e recursos aos dispositivos.

O anúncio confirma os rumores lançados nas últimas semanas, que indicavam uma renovação dos produtos apresentados pela Motorola anteriormente (RAZR HD e RAZR Maxx). São considerados modelos de linha média/alta, e inicialmente serão oferecidos nos Estados Unidos de forma exclusiva pela operadora norte-americana Verizon.

Assim como os seus respectivos predecessores, os modelos Droid Ultra e Droid Maxx contam com o já tradicional revestimento em Kevlar, que é utilizado tanto para proteger a carcaça traseira do dispositivo, mas também para decorar visualmente o smartphone, sendo esse um importante diferencial dos telefones da Motorola em relação aos seus concorrentes. No caso do Droid Maxx, temos uma coloração em vermelho mais vivo no seu acabamento, que segundo a Motorola, foi inspirado em um carro esportivo.

Nem a Verizon, nem a Motorola revelaram qual é a SoC utilizada nesses novos modelos. Porém, as empresas antecipam que as novas CPUs são (na teoria) 24% mais rápidas que as presentes nos modelos anteriores, e com um processamento gráfico 100% maior. Segundo as informações repassadas pela Motorola, nos modelos Droid Ultra e Droid Maxx, os processadores contarão com dois núcleos, e trabalharão em conjunto com 2 GB de RAM.

droid-mini2

Os dois modelos maiores contam com telas de 5 polegadas Super AMOLED (720p), e a câmera traseira escolhida para os modelos Droid e Maxx contam com sensores com resolução de 10 megapixels. A principal diferença entre esses dois modelos está na bateria. O Maxx, como já é tradicional, conta com uma bateria generosa de 3.500 mAh, com a capacidade de recarga sem fio. Já o modelo Ultra possui uma bateria de 2.130 mAh, se limitando à recarga convencional.

Por consequência, o Droid Maxx é um modelo mais espesso. Mais: o Droid Ultra é considerado o “smartphone 4G LTE mais fino do mundo), com apenas 7.18 mm. Porém, se você quer ficar mais tempo trabalhando com o seu smartphone, vá de Droid Maxx: o modelo promete uma autonomia de até 48 horas “com um uso normal” (segundo a Motorola… e sabe-se lá o que eles entendem como “uso normal”), se transformando em uma opção muito interessante para aqueles que não querem ficar presos ao carregador, ou não podem ficar sem bateria ao longo do dia.

O Droid Maxx também oferece uma maior capacidade de armazenamento em relação ao Droid Ultra (32 GB, contra 16 GB).

Motorola-Droid-Ultra-5

Um detalhe importante: o Android presente nesses novos smartphones não é o “Android puro”. A Motorola optou por adicionar alguns dos seus widgets e aplicativos próprios, como o Droid Zap (que permite o compartilhamento de imagens armazenadas na nuvem) e o Active Display (que utiliza os sensores do smartphone para mostrar suas notificações e alertas, sem precisar utilizar os botões físicos do dispositivo, reconhecendo apenas os seus gestos e movimentos com o aparelho).

Já o Droid Mini pode ser visto como uma “atualização não oficial” do RAZR i, uma vez que ele conta com o mesmo tamanho de tela (4.3 polegadas) nas mesmas dimensões físicas, mas com alguns benefícios dos novos modelos, como a compatibilidade com a recarga de bateria sem fio. Como segue a linha de produtos maiores, também possui o revestimento em Kevlar, para acompanhar a qualidade de construção dos demais modelos Ultra.

Nos Estados Unidos, o Motorola Droid Maxx tem preço sugerido de US$ 699, livre de contrato (ou US$ 299, com contrato de permanência com a Verizon de dois anos), e o modelo Droid Ultra custará US$ 599 desbloqueado (ou US$ 199 com contrato de permanência). Já o Droid Mini tem preço sugerido de US$ 499 no modo livre (ou US$ 99 com contrato de permanência).

Não há informações sobre o lançamento desses novos modelos no Brasil. Caso a Motorola Mobiliy Brasil se pronuncie sobre o assunto, deixaremos vocês informados.

 

Via Verizon (DroidDoes.com)