autonomia-de bateria

As baterias de íons de lítio possuem limitações, e hoje é complicado encontrar um smartphone que dure mais de dois dias completos sem a necessidade de recarga. Por isso, pesquisadores buscam alternativas, como é o caso da Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang (Coreia do Sul), que trabalha com um novo módulo que pode alimentar por dias um smartphone, e com uma única carga.

O segredo está nas pilhas de combustível de óxido sólido, que combinam aço inoxidável poroso com um eletrolito de película fina e eletrodos com uma capacidade mínima de calor. Assim, os módulos são mais eficientes e duradouros em relação às baterias convencionais. Tanto que os investigadores garantem que um drone poderia voar por uma hora sem problemas, e que um smartphone só precisaria ser carregado uma vez por semana.

Por enquanto, temos apenas descobertas de laboratório, e vai levar algum tempo até que essa tecnologia seja implementada ao nosso smartphone. Mesmo assim, é um avanço que já está a caminho, e isso já é um grande passo.

Via Nature