Podem as radiações do celular serem maléficas e benéficas para a sua saúde ao mesmo tempo?

Tudo indica que sim. Pelo menos é isso que mostra um estudo feito pela Universidade do Sul da Flórida. Neste estudo, ratos de laboratório são submetidos a níveis de radiação similares ao dos celulares, demonstrando que isso diminuía os efeitos do Alzheimer. Este resultado surpreendeu os investigadores, que esperavam encontrar exatamente o contrário, e que chegaram a afirmar que a exposição por radiação dos celulares pode sim prevenir ao Alzheimer (se a exposição for feita desde a juventude) ou inclusive reduzir os efeitos aos já afetados. É bom dizer que estes estudos estão em fase inicial, porém, já se pode afirmar que vão modificar os padrões do estudo para acelerar o processo do mesmo. É, vivendo e aprendendo mesmo…

Fonte