A LG deixou claro durante sua coletiva de imprensa na Mobile World Congress que não tem intensões em desenvolver plataformas proprietárias em pelo menos dois ou três anos. Skott Ahn, responsável pela divisão de telefonia da empresa, afirmou que o futuro dos telefones móveis da LG passará pelo Android e Windows Phone 7, em fatias iguais. Deste modo, a LG usa uma estratégia diferente da Samsung, que desenvolve seu sistema Bada, visando ter uma maior variedade nos sistemas operacionais móveis.

Fonte