HP e Palm anunciaram que chegaram a um acordo para que a fabricante de computadores compre a empresa de dispositivos móveis por US$ 5,7 por ação, ou o equivalente a US$ 1,2 bilhão. Esperam que os detalhes estejam todos finalizados para 31 de julho, e informam que espera que Jon Rubinstein, CEO da Palm, “continue com a empresa”, ainda que sem cargo definido, por enquanto.

Porém, vale informar que a compra da Palm deverá ser aprovada pelos acionistas da empresa e pelo governo dos Estados Unidos. A HP se compromete a continuar o desenvolvimento do webOS, e um comunicado informa que as duas empresas se completam e podrão crescer solidamente. Por fim, a HP fala já da fabricação de telefones, tablets e “provavlemente netbooks” com webOS.

Fonte