O The New York Post traz a notícia de que a Comissão Federal do Comércio e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos estão discutindo qual agência deverá iniciar uma investigação sobre as práticas monopolistas que a Apple poderia (ou não) ser culpada. Por enquanto, isso é apenas uma ideia que é discutida nos corredores das duas instituições, mas que já deu um grande susto no pessoal de Cupertino.

A primeira coisa que seria feita, caso uma investigação aconteça, seria começar as pesquisas, e depois, se encontrar algo sujo por lá, deixar nas mãos da agência correspondente a investigação formal que, novamente, pode ou não terminar em um processo. Ou seja, a coisa pode durar meses e, quem sabe, anos.

O que fica claro que é que o clássico “aqui quem manda sou eu” da Apple já não pode mais passar desapercebido, e as autoridades vão, no mínimo, vigiar muito de perto qualquer decisão que eles considerem abusiva, como por exemplo, aquelas que forçam os desenvolvedores a ficar com uma ou outra plataforma, mediante a aplicação de políticas restritivas de desenvolvimento.

Fonte