É sabido que malwares destinados aos dispositivos móveis não são lendas e que crescem na mesma medida em que novos aplicativos, sejam eles para quais plataformas forem (Apple, Android e Microsoft), vão surgindo no mercado. Por exemplo: em relação às ameaças para o sistema do Google, no começo de 2011 foram registrados 16 programas maliciosos para a plataforma Android. Já no final do mesmo ano, as armadilhas já eram quase duas mil. Ou seja, um crescimento superior a 11 mil %.

Por isso, a Norton disponibiliza o infográfico abaixo demonstrando a evolução dos malwares móveis e os principais danos causados, além de oferecer três dicas simples para se proteger dos malfeitores:

1.       Coloque uma senha para bloquear o seu celular.
2.       Cheque as permissões para download das aplicações. Se o app pede para acessar o seus contatos e configurações, provavelmente algo está errado!
3.       Instale uma solução de segurança para dispositivos móveis, como o Norton Mobile Security, para assegurar que o seu dispositivo e dados pessoais estão protegidos.

Para ver o infográfico em alta resolução, clique na imagem abaixo.

Via Assessoria de Imprensa