106678955

Não é a primeira – e nem será a última – vez que alguém dá uma de engraçadalho na hora de colocar o nome de sua rede WiFi. Porém, em algumas oportunidades, devemos pensar duas vezes antes de fazer uma brincadeira.

No último domingo (26), um voo da American Airlines foi atrasado em quatro longas horas, depois de descobrirem que alguém estava compartilhando a sua conexão através de um ponto de acesso chamado “Al-Quida Free Terror Network”. Antes que voo AA136 decolasse, outro passageiro alertou a um membro da tripulação sobre a existência da rede, o que provocou o desvio do avião para outra área do aeroporto, alegando inicialmente ‘problemas de manutenção’.

Uma hora depois do desconcerto inicial, o capitão do voo comunicou aos passageiros que existia uma ameaça de segurança, e não contavam com autorização para decolar, de modo que depois de outras três horas de espera, o voo acabou adiado para o dia seguinte.

Na segunda-feira (27), o aeroporto emitiu um comunicado indicando que, depois da investigação realizada, foi determinado que não existia qualquer delito, e que nenhuma ação adicional será tomada. Sorte do ‘simpático’ passageiro, que da próxima vez não vai pensar em um nome como esses, ainda mais em um tempo onde todos estão um tanto quanto traumatizados com atentados terroristas envolvendo voos comerciais.

[Crédito de imagen: Shutterstock/Jorg Hackemann]

Via The Huffington Post