nokia_x

Segundo informa a própria Nokia em seu perfil na rede social Weibo, o Nokia X está tendo um grande interesse dos chineses antes da sua chegada ao mercado por lá. A prova disso está no número de reservas do dispositivo (e de sua variante, o Nokia XL), que já ultrapassaram o primeiro milhão de unidades.

É sempre bom lembrar que estamos falando de um mercado igualmente gigante (gente… é a China…), mas esse número pode ser considerado positivo, levando em conta que é a primeira aposta da Nokia com o Android. O primeiro milhão de reservas do Nokia X foi alcançado em apenas quatro dias, o que não é pouca coisa.

A estratégia da Nokia é oferecer os modelos com Android no segmento de entrada, para solidificar a marca em um segmento onde ela já tem um grande destaque (graças ao Nokia Lumia 520). Porém, o Nokia X não conta com os serviços da Google, optando pelos seus correspondentes em parceria com a Microsoft.

nokiax-1m-china

O Nokia X começa a ser vendido na China em 25 de março. O preço do modelo mais básico na Europa é de 100 euros, e no país asiático, o seu valor deve ser bem competitivo. Apenas para colocar em perspectiva: o Samsung Galaxy S5 possui, até agora, pouco mais de 300 mil reservas entre os usuários daquele país. Tudo bem que os valores são bem diferentes, mas tudo leva a crer que a tendência é que o consumidor passe a se interessar mesmo pelos telefones com valores inferiores a US$ 150 (35% dos 700 milhões de telefones comercializados custam menos de US$ 150).

Via SlashGear