A Nokia divulgou os seus números de vendas do último trimestre de 2012, e podemos dizer que os resultados foram positivos, se levarmos em conta o quadro de restruturação que a empresa de Espoo passa. A linha Lumia teve um volume de envios totais de 4.4 milhões de unidades, o que segundo a empresa é considerado “melhor que o esperado”. O aumento em relação ao trimestre anterior é expressivo, quando a empresa vendeu 2.9 milhões de unidades da linha Lumia.

O motivo desse aumento expressivo do mercado Lumia não se dá apenas ao período de compras de Natal, mas a outros fatores. O primeiro a se considerar é uma melhor visibilidade do sistema operacional Windows Phone junto ao consumidor, algo que foi abordado pelo CEO da Microsoft, Steve Ballmer, nessa semana na CES 2013, durante a coletiva de imprensa da Qualcomm. Outro fator é o lento processo de descontinuidade do Lumia 800 no mercado.

Além disso, mesmo que por um curto período de tempo, e em poucos mercados, o Windows Phone 8 está disponível, e dois novos smartphones da Nokia já contam com essa versão, e isso também ajudou a aumentar o mercado da linha Lumia. O resultado disso gerou um efeito colateral imediato nos números: esse é o primeiro trimestre onde o Windows Phone ultrapassou o volume de envios de modelos com o sistema Symbian.

Combinados, os smartphones com os sistemas Windows Phone, Symbian e Meego (sim, amigos… eles ainda existem…) venderam 6.6 milhões de unidades no último trimestre de 2012.

Porém, a grande galinha dos ovos de ouro da Nokia ainda responde pelo nome Asha. Se considerarmos esses modelos dentro da categoria de “smartphones” (na minha opinião, não são), os números de vendas da Nokia sobem para mais de 14 milhões de unidades no último trimestre de 2013. A linha Asha é um grande sucesso na Ásia e América Latina (incluindo o Brasil), mas perdeu mercado na Índia. Fica a pergunta: como a Nokia vai trabalhar com os telefones com o sistema S40 em 2013?

A tempo: o argumento da Nokia para qualificar a linha Asha, com sistema S40, como “smartphones” é que: “desde que você possa ter em um telefone recursos de e-mail, aplicativos populares e jogos, eles podem ser considerados smartphones”. Ok, então tá. De qualquer forma, foram 9.3 milhões de unidades vendidas dos modelos Asha no último trimestre de 2012.

Lembrando que esses são apenas os números de vendas. O balancete financeiro da Nokia deve ser divulgado nas próximas semanas.

Via The Next Web, Daily Mobile