1-nokia_lumia_925_color_range

Em 2003, a Nokia ditava as regras da telefonia móvel. Era a líder absoluta de mercado, e ninguém sequer imaginava que isso pudesse mudar a curto/médio prazo. Dez anos depois, vemos a mesma Nokia disputando a QUARTA POSIÇÃO do mercado mobile com a BlackBerry. A boa notícia é que os finlandeses estão triunfando nessa disputa particular. A Nokia pela primeira vez desde o lançamento dos primeiros modelos com Windows Phone, ultrapassou a fabricante canadense em volume de vendas, apenas com os dispositivos da linha Lumia.

No último trimestre de 2013 (Q2), a Nokia vendeu 7.4 milhões de unidades de smartphones da linha Lumia. Essa é a melhor marca da dupla Nokia/Microsoft desde o início dessa parceria. Por outro lado, a BlackBerry vendeu 6.8 milhões de unidades dos seus modelos vigentes (com e sem o sistema BlackBerry 10). Ou seja, pela primeira vez, a Nokia ultrapassa a BlackBerry em unidades vendidas.

O que torna essa disputa mais interessante é quando olhamos para o passado das duas empresas. Como já disse, a Nokia foi dominante,a té a chegada do iPhone. Quando a Nokia tentou sobreviver, adaptando o Symbian aos dispositivos touchscreen, fracassou. E o resultado é o que temos hoje.

Enquanto isso, a BlackBerry ainda se manteve relevante por mais algum tempo, graças ao mercado empresarial, e aos usuários que ainda preferiam utilizar um teclado físico para escrever suas mensagens e e-mails. Mas até nisso eles foram superados. Hoje, os executivos não se incomodam mais com os teclados visuais, e os BlackBerrys não foram mais o alvo de interesse desse nicho.

Hoje, Nokia e BlackBerry lutam para prevalecer uma em relação à outra. É difícil roubar algum espaço do iOS e do Android, mas é possível pegar alguns clientes dos concorrentes diretos. Nesse aspecto, a Nokia está se dando melhor com os modelos Lumia e a plataforma Windows Phone. Lentamente, é verdade. Mas rápido o suficiente para tornar a situação da BlackBerry ainda mais complicada.

Via The Next Web, IntoMobile