A ambição da Nokia de conectar o próximo bilhão de pessoas ganha novos passos. Como uma importante etapa para conseguir este objetivo, a empresa anuncia planos para estabelecer uma nova fábrica próxima a Hanói, na região norte do Vietnã. Inicialmente, a Nokia planeja investir cerca de 200 milhões de euros, com investimentos adicionais de grande porte posteriormente. Numa cerimônia realizada em Hanói, os representantes do governo vietnamita e a Nokia assinaram um Memorando de Entendimento, que marca o início de uma fase de preparações  para a abertura da nova planta, estimada para 2012. O local irá expandir ainda mais a rede de fabricação da Nokia, que atualmente conta com dez importantes instalações em nove países.

A Nokia ocupa uma posição sólida em economias crescentes, grande parte graças ao seu amplo portfólio de telefones com funcionalidades. A nova fábrica atenderá o crescimento da demanda por estes aparelhos, bem como contribuirá para que a Nokia ofereça uma experiência móvel contemporânea para o próximo bilhão de consumidores do mundo.

Quase 90% da população mundial vive dentro da área de alcance de um sinal de comunicação móvel e, ainda assim, existem 3,2 bilhões de pessoas que não possuem um celular. Estima-se que dos 3,7 bilhões de pessoas que possuem um aparelho móvel, menos da metade os utilizam para acessar a internet. Segundo Esko Aho, Vice Presidente Executivo da Nokia, “apenas 30 % da população mundial está atualmente online, e acreditamos que podemos exercer uma função importante em conectar o próximo bilhão, não apenas com os seus primeiros telefones móveis, como também para suas primeiras experiências com  internet e aplicativos”.

“Estou muito ansioso com esta oportunidade e com o apoio e compromisso que o Vietnã tem oferecido à Nokia”, diz Juha Putkiranta, Vice Presidente Sênior da Nokia.

O Vietnã emergiu como um país com ótima infraestrutura em desenvolvimento, o que o tornou uma boa escolha. A Nokia iniciou a venda de produtos no Vietnã em 1996. Desde então, tem ajudado milhões de pessoas naquele país a se conectarem por meio de sua tecnologia de telefonia móvel e infraestrutura de rede.

A Nokia tem uma rede de fabricação global que se estende desde a América Latina (Brasil e México) até a Europa (Finlândia, Hungria, Romênia e Reino Unido) e Ásia (China, Índia e Coréia).

via assessoria de imprensa