Parece que Stephen Elop tem finalmente motivos para voltar a sorrir. Os resultados financeiros da Nokia durante o primeiro trimestre fiscal de 2013 parecem ter colocado a empresa de novo aos trilhos. Afinal de contas, foi o primeiro trimestre que a empresa registrou lucros em seis meses.

A Nokia confirmou a informação de venda de 4.4 milhões de smartphones Lumia durante o último trimestre fiscal, o que é 50% a mais que o volume de smartphones vendidos no trimestre anterior. Este é o melhor período de vendas desde o início da parceria entre Nokia e Microsoft. Mas se os resultados de vendas de smartphones melhoraram, os 6.6 milhões de dispositivos vendidos pela fabricante finlandesa seguem registrando prejuízos em virtude principalmente da mudança de estratégia da empresa, uma vez que eles passaram a fabricar mais produtos de baixo custo e poucos modelos de linha alta.

A principal fonte de lucros da Nokia vem diretamente de sua divisão Nokia Siemens, encarregada da fabricação e implementação de diversos equipamentos de rede e telecomunicações.

No total, a Nokia obteve US$ 10.73 bilhões em vendas totais. Eliminando os gastos gerados, eles ficam com US$ 585 milhões de lucros líquidos. Esses são dados que, acreditem se quiser, são positivos, se levarmos em conta que no mesmo trimestre do ano passado, eles registraram um prejuízo total que ultrapassava a marca de US$ 1 bilhão.

Falando especificamente da venda de dispositivos por categoria, foram 15.9 milhões de unidades distribuídas no último trimestre de 2012, divididos dessa forma: 9.3 milhões de aparelhos da linha Asha, 4.4 milhões de telefones da linha Lumia, e 2.2 milhões de smartphones com o sistema Symbian. E por falar no Symbian, a Nokia aproveitou a oportunidade de anunciar que o Nokia 808 PureView foi o último smartphone da empresa a contar com o mítico sistema operacional, indicando claramente que (e dessa vez, de uma vez por todas)… o Symbian esta´oficialmente morto

Olhando para o futuro, a Nokia prevê que as perdas na divisão de dispositivos e serviços será de apenas -2%. Mais detalhes sobre os resultados financeiros da empresa serão revelados durante a junta geral da Nokia, que acontece no próximo dia 7 de maio.

Para ver o relatório financeiro da Nokia (ATENÇÃO: arquivo em PDF), clique aqui.