Ainda não passaram seis meses desde que a Nokia anunciou, com toda a convicção, que eles não tinha um “plano B”, e que o único plano era, basicamente, fazer o Winodows Phone dar certo, custe o que custar. Pois bem, o tempo passou, e o discurso mudou.

Risto Siilasmaa, presidente do conselho administrativo da Nokia, reconheceu em uma recente entrevista que a empresa tem sim um “plano de contingência” no caso do Windows Phone 8 fracassar. Como você já pode imaginar, Siilasmaa não entrou em detalhes completos sobre que plano é esse, mas o próprio não se cansou em repetir de forma convicta que está tranquilo sobre o futuro da plataforma móvel da Microsoft, e que o seu chefe máximo, Stephen Elop, está tendo uma liderança “boa e transparente”.

É… como as coisas mudam. É sinal que a Nokia não está muito tranquila dentro da canoa que resolveu navegar. A empresa se nega a todo custo a revelar números concretos sobre as vendas dos smartphones com Windows Phone, e a notícia que todos os modelos disponíveis até agora não serão compatíveis com o Windows Phone 8 é péssima, ainda mais para a Nokia, que já começou atrasada nessa disputa.

De qualquer forma, vamos ver o que o tempo vai dizer. Afinal de contas, ele não só é o senhor da razão, como também faz as pessoas adotarem novas perspectivas.

Via CNET