Nokia-QG

Nokia e HTC encerraram os seus conflitos nos tribunais com um acordo de licenciamento que permitirá que as duas empresas compartilhem entre si os seus respectivos catálogos de propriedade intelectual.

O embate chegou ao ponto da HTC ser ameaçada de ter que retirar alguns dos seus modelos do mercado. Como é comum nesses casos, os termos do acordo só são conhecidos pelos executivos das duas empresas e pelos seus respectivos advogados. Tudo o que fica claro no comunicado oficial é que a HTC pagará à Nokia pelo uso de várias patentes em disputa, assim como haverá algum tipo de cooperação relacionada com as patentes da HTC sobre as tecnologias LTE, além de explorar futuras oportunidades de colaboração entre as duas empresas.

As duas empresas saem ganhando com esse acordo, e não apenas nos custos legais. A concorrência, que perde tempo com litígios nos tribunais (que, em muitos casos, não levam a lugar nenhum), não percebe que tanto a Nokia como HTC estão lutando para se manterem vivas no mercado.

Também é preciso levar em consideração que a divisão de mobilidade da Nokia está prestes a ser absorvida pela Microsoft, e provavelmente a gigante de Redmond quer começar uma vida nova com a HTC. Até porque ela pode ser uma futura aliada na expansão do Windows Phone.

Via Nokia