A Nokia continua com o seu processo de eliminar qualquer vestígio que lembre a sua fase anterior (com Symbian), preparando assim a empresa para a nova fase que está para começar (com Microsoft). Primeiro, foi a própria decisão de passar o desenvolvimento do Symbian para a Accenture, algo que muitos consideram o início de uma morte lenta do sistema. Agora, eles resolveram matar a marca Ovi.

A Nokia afirma em uma nota de imprensa que “evoluiu” o seu software para uma nova identidade, de nome Nokia Services, em uma transição que deve durar até 2012, e isso é mais uma consequência do casamento com a Microsoft. A medida tem lá a sua lógica, se levarmos em conta que até agora o serviço conhecido como Ovi Maps estará integrado em todos os telefones com Windows Phone (da Nokia e de outros fabricantes), e era necessário uma mudança de nome para evitar alguns equívocos de associação e inconvenientes diversos.

via Engadget