Segundo matéria publicada no site da revista Exame, a Nokia Siemens Networks vai abrir uma fábrica no Brasil, em parceria com a fabricante Flextronics International, com o objetivo de construir a próxima geração de equipamentos compatíveis com as redes de telefonia móvel 4G.

Quem informou à fonte foi o executivo sênior da Nokia Siemenes para as Américas, Ken Wirth, em entrevista na última segunda-feira (27). A nova fábrica já deve começar a oferecer equipamentos compatíveis com o 4G no começo de outubro, já pensando no início da expansão dessa rede para a Copa do Mundo de 2014. Segundo o executivo, a Nokia pretende alinhar a sua capacidade de produção com a redução de custos de transporte e tarifas ao optar pela fabricação local dos dispositivos. O executivo se recusou a comentar quanto cada parceiro investiu no projeto.

O governo brasileiro estipulou que, para os produtos compatíveis com as redes 4G no Brasil possam funcionar com as novas redes, pelo menos 60% do seu hardware deva ser fabricado no Brasil. Essa exigência é contestada junto à Organização Mundial do Comércio, mas na opinião da Nokia Siemens, a demanda das quatro principais operadoras brasileiras (Vivo, Claro, Oi e TIM) justifica o investimento e produção local. Além disso, a empresa já tem um contrato assinado com uma operadora chilena, o que indica que a fábrica local vai exportar seus produtos para os países vizinhos.

A Nokia Siemens já tem um acordo fechado com uma das operadoras brasileiras, mas Wirth se recusou a informar qual era essa operadora.

Via Exame – Abril