Nokia 8

O JerryRigEverything registrou o seu processo de desmontagem do Nokia 8, algo que é histórico, já que é a primeira vez que ele desmonta um dispositivo da Nokia para seu canal.

Para remover a tela do dispositivo, ela precisa ser aquecida para descolar-se da estrutura do equipamento, algo que deve ser feito com cuidado para não destruir a tela do dispositivo. Dois cabos ligam a tela à placa-mãe do Nokia 8.

Entre esse componente e os demais, há uma placa presa por 19 parafusos de diferentes dimensões. Depois, encontramos a bateria de 3.090 mAh, que por estar em um componente próprio fica mais simples de ser substituída.

 

 

Um dos destaques do Nokia 8 é o seu sistema de dissipação de calor, composto por um grande tubo de cobre abaixo da bateria, e não acima do processador. Ou seja, o calor do Snapdragon 835 é inicialmente conduzido pela estrutura de alumínio do equipamento, para só depois chegar ao cobre.

Grande parte dos seus componentes são modulares, presos por parafusos, o que facilita o processo de reparação. Porém, de um modo geral, ele não é um dos mais simples de serem reparados. De qualquer forma, tela e bateria podem ser substituídos com facilidade.

Essas são as conclusões que JerryRigEverything chegou com a desmontagem do Nokia 8. Vídeo do processo a seguir.