Nokia 6

 

Agora é oficial. A HMD Global Oy apresentou oficialmente o Nokia 6, smartphone que marca a volta da marca finlandesa para o mercado de smartphones.

Não é o retorno que todos esperavam, já que o Nokia 6 será lançado exclusivamente na China. Além disso, suas especificações estão bem distantes de um modelo top de linha.

Porém, a HMD promete que este é apenas o começo, e que veremos mais dispositivos durante o primeiro trimestre de 2017, além de garantir o retorno da Nokia como marca global.

 

Nokia inicia uma nova história com o Android

 

 

O Nokia 6 conta com um design em corpo unibody em alumínio série 6000, oferecendo assim uma aparência alinhada ao que o mercado exige nos tempos atuais.

A HMD garante que pode fabricar uma unidade do Nokia 6 em apenas 55 minutos (armação e instalação de componentes). Depois disso, há um duplo processo de acabamento que leva quase 10 horas, entregando essa aparência elegante em metal polido. Lembrando: esse smartphone é fabricado pela Foxconn.

O Nokia 6 chegará ao mercado com uma tela híbrida in-cell de 5.5 polegadas (Full HD), envolvida em uma tela 2.5D com revestimento Gorilla Glass. No seu interior, temos um processador Qualcomm Snapdragon 430 octa-core, GPU Adreno 505, 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e Android 7.0 Nougat (não foi especificado se será o Android puro ou personalizado).

 

 

Um ponto interessante (e que a HMD vende como diferencial) é que na parte de áudio, o Nokia 6 conta com um alto-falante frontal duplo, com certificação Dolby Atmos, prometendo sons com graves profundos e com claridade acima dos 6 dB.

O modelo recebe uma câmera traseira de 16 MP (f/2.0) com detecção de face e foco automático, acompanhada de uma interface que ajusta vários parâmetros em cada foto. Por outro lado, a câmera frontal possui 8 MP (f/2.0).

O Nokia 6 não tem sua capacidade de bateria especificada, nem se terá o recurso de recarga rápida, mas a HMD garante que será “uma bateria de longa duração”.

 

O Nokia 6 será o primeiro de uma ampla linha de dispositivos, incluindo tablets e outros gadgets que serão anunciados nos próximos meses. O primeiro smartphone da nova Nokia, com Android, tem preço sugerido de US$ 245.

 

Seja bem vinda de volta, Nokia.

 

 

Via GSMArena