nokia 3310

 

O Nokia 3310 foi um dos celulares mais populares da história. Lançado há 17 anos, veio ao mundo quando a Nokia era líder absoluta do mercado, com dispositivos sempre muito duráveis e com elevada autonomia de bateria, sem falar nas personalizações de carcaça.

Na tentativa de talvez iniciar uma nova moda retrô dentro do mercado mobile, a HMD Global vai relançar o Nokia 3310, que deve custar em torno de US$ 60 (menos de R$ 200 convertidos).

Porém, o modelo clássico não volta ao mercado do mesmo jeito que foi concebido em 2000, recebendo algumas mudanças para ser mais atraente nos tempos atuais, como uma tela colorida no lugar da monocromática (não touch e de baixa resolução).

Tudo indica que o Nokia 3310 segue como celular básico, e que GRAÇAS A DEUS vai incluir o jogo da cobrinha (Snake), um dos mais jogados de todos os tempos no mercado mobile.

 

Mas… um modelo como esse é voltado só para os fãs do retrô?

Ampliando o espectro, é possível ver outros contextos onde esse smartphone pode ser bem útil:

 

– Trabalhos de alto risco: se o Nokia 3310 manter a resistência do modelo original, será uma alternativa excelente para áreas de construção e profissionais de atividades de aventura.

– Ter um celular com muita autonomia: o modelo original oferecia muita autonomia de bateria, o que é perfeito para as situações onde não podemos contar com um carregador durante dias.

– Um repelente de ladrões: smartphones top de linha podem ser uma tentação para os ladrões, mas… quem vai querer roubar um telefone básico e barato? A não ser que o meliante saiba da importância histórica do Nokia 3310, ninguém.

 

Via BusinessInsider