Falamos muito do mercado internacional, e da participação de mercado dos principais sistemas operacionais móveis do mundo. Mas pouco falamos de como está esse cenário no Brasil. Pois bem, vamos corrigir esse erro nesse post. Segundo uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Kantar Worldpanel, o Android não só é o líder de participação do mercado mobile brasileiro, mas também canibaliza todos os outros sistemas, deixando muito para trás todos os seus concorrentes. Incluindo o seu maior concorrente global, o iOS.

Segundo o resultado dos estudos, o Android possui uma liderança folgada e tranquila, com 56.7% de participação no mercado brasileiro. O seu principal adversário global, o iOS (representado pelo iPhone em suas diferentes versões) possui apenas 0.4% de todo o mercado mobile brasileiro, confirmando assim que o smartphone da Apple é um produto “de luxo” (ou pelo menos pertencente a um nicho específico de mercado).

O iOS no Brasil fica atrás do já considerado morto Symbian, da Nokia, que ainda possui 35.1% de participação de mercado, mas que despencou quase 20% em sua participação, se comparado com os números de 2011. O estudo também revela que o Windows Phone está em terceiro lugar, com 4% de mercado, e o BlackBerry fica em quarto lugar, com 2.7% de participação. Aliás, o sistema da RIM também sofreu forte queda em relação ao ano passado, quando tinha 8.7% de mercado.

A situação do iOS é tão crítica, que consegue perder em presença de mercado para o Bada, que nem divulgação direito possui, e só tem 0.7% do mercado brasileiro porque oferece modelos de smartphones com preços bem mais acessíveis. A desvantagem da Apple no Brasil se justifica pela baixo número de unidades do iPhone no comércio brasileiro, e com o modelo mais barato (iPhone 4, 8 GB, desbloqueado) custando R$ 1.499 (o valor pode variar). E para a maioria dos brasileiros, esse valor é proibitivo.

Para piorar a situação da Apple no Brasil, além do Android ter simplesmente dobrado a sua participação de mercado em apenas um ano (25,6% em 2011 para 56,7% em 2012), o iOS reduziu a sua participação na mesma proporção, saindo de 1% em 2011 para 0.4% em 2012. Talvez o lançamento do iPhone 5 (que está homologado pela Anatel, mas não tem prazo de lançamento confirmado em nosso país) ajude a revertem um pouco esse quadro. Ou pelo menos fazer com que o iOS ao menos ultrapasse o Bada no Brasil.

Via IDG Now, Exame