Nintendo Switch

 

Era uma questão de tempo, mas… tão pouco tempo assim?

O Nintendo Switch foi hackeado nove dias depois do seu lançamento oficial. O hacjer “qwertyoruiop” foi o autor da façanha. Ele, que é responsável pelo hack de diferentes versões do iOS e o firmware 1.76 do PlayStation 4.

Não sabemos ainda as implicações reais do feito, e se isso representa algum risco real à segurança para os usuários.

 

 

Como ele fez isso?

 

 

O hacker aproveitou uma antiga vulnerabilidade presente no console, permitindo assim o acesso ao navegador oculto do console.

Uma vez com esse acesso, bastou carregar no console uma versão modificada do jailbreakMe iOS Webkit, uma simples revisão com o código modificado ao sistema operacional móvel da Apple.

As provas do hack são escassas, mas levando em conta o seu histórico e a explicação dada para o processo, não há motivos para duvidarmos dele, por enquanto.

Vale lembrar que tal prática pode anular a garantia do Nintendo Switch, além de ser um risco claro ao mesmo, uma vez que o console pode ficar exposto a falhas e problemas de segurança, além de falhas de software que podem inutilizar o produto.

A Nintendo não fez comentários sobre o assunto, mas tudo leva a crer que uma futura atualização do console deve fechar essa brecha aberta.

 

Via VentureBeat