SNES Classic Mini

Em recente entrevista, o CEO da Nintendo America, Reggie Fils-Aime, pediu aos fãs da Nintendo para resistir à tentação de pagar preços abusivos pelo SNES Classic Mini.

O pedido vem com a promessa da Nintendo não repetir os erros cometidos com o NES Classic Mini, principalmente o baixo número de unidades fornecido pela empresa.

Isso, somado à alta demanda e as compras em massa resultou em um fim do estoque prematuro, e unidades revendidas com preços até seis vezes mais caros do que os recomendados pela Nintendo.

Com o anúncio do SNES Classi Mini, o cenário ficou ainda mais absurdo, já que chegaram a oferecer pré-venda do console por até US$ 500. O console nem está disponível, e seu preço sugerido é de US$ 80.

 

 

A Nintendo trabalha com os seus provedores para oferecer um estoque muito superior ao NES Mini Classic, para não ter problemas em cobrir a demanda.

Todas as especulações em torno do SNES Classic Mini são enormes, já que não se utilizam limitações para impedir a compra em massa de grandes quantidades do console. O que está certo é que a Nintendo já confirmou que vai ampliar a janela de venda do SNES Classic Mini, justamente pensando em atender o maior número de pessoas.

 

 

Por outro lado, para quem ainda se interessa pelo NES Mini Classic, a Nintendo já confirmou que vai recolocar o produto no mercado durante o verão do hemisfério norte de 2018. Os detalhes sobre esse relançamento serão informados mais adiante.

 

Via HotHardware